Divina Misericórdia

Em 22 de fevereiro de 1931, Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo apareceu à jovem religiosa Faustina Kowalska em Cracóvia. Na primeira aparição, Jesus pediu que fosse pintada uma imagem segundo o que a Irmã via: Jesus vestido de uma túnica branca. Uma mão estava levantada a fim de abençoar, a outra pousava na altura do peito. Da abertura da túnica no peito saíam dois grandes raios, um vermelho e outro pálido, simbolizando o Sangue e a Água derramados do Coração de Jesus aberto pela lança. Ele disse:

"Estes raios defendem as almas da ira do meu Pai. Feliz aquele que viver sob a proteção deles, porque não será atingido pelo braço da Justiça de Deus."

A imagem tem também a inscrição: ''Jesus, eu confio em Vós.''

"Prometo que a alma que venerar esta Imagem não perecerá."

Palavras de Jesus, do Diário de Santa Irmã Faustina:

"São poucas as almas que contemplam a Minha Paixão com um verdadeiro afeto. Concedo as graças mais abundantes às almas que meditam piedosamente sobre a Minha Paixão."


"Com a Minha Misericórdia persigo os pecadores em todos os seus caminhos, e o Meu Coração se alegra quando eles voltam a Mim. Esqueço as amarguras com que alimentaram o Meu Coração e alegro-Me com a volta deles."

"Quando a alma vê e reconhece a gravidade dos seus pecados, quando se desvenda diante dos seus olhos todo o abismo da miséria em que mergulhou, que não desespere, mas se lance com confiança nos braços da minha Misericórdia, como uma criança nos braços da mãe querida. Estas almas têm sobre meu Coração misericordioso um direito de precedência."

"Escreve que quanto maior a miséria da alma, tanto maior direito tem à minha Misericórdia e estimula todas as almas à confiança no inconcebível abismo da minha Misericórdia, porque desejo salvá-las todas. A fonte da minha Misericórdia foi aberta pela lança na Cruz para todas as almas; não excluí a ninguém."

Terço da Misericórdia:
Pai Nosso, Ave Maria, Credo
Nas contas do Pai Nosso:
Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e Sangue, Alma e Divindade de Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e do mundo inteiro.
Nas contas da Ave Maria:
Pela Sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.
No final do terço:
Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro. (3 vezes)

Invocação para a Hora da Misericórdia (três horas da tarde):
Ó Sangue e Água que jorrastes do Coração de Jesus como fonte de Misericórdia para nós, eu confio em Vós.


Visite também:

Apostolados Leiame: Divina Misericórdia
Apostolado da Divina Misericórdia no Brasil

Compartilhe: